O que é Inteligência Emocional?

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email

Considerado o pai da “Inteligência Emocional” Daniel Goleman psicólogo, escritor e PhD da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos. Autor do Best-seller Inteligência Emocional lançado em 1995, demorou 49 anos para levar a público sua obra. Nascido em março de 1946, na cidade californiana de Stockton, filho de professores universitários, tem como base o uso do cérebro humano para se obter controle das emoções. Crítico da tecnologia, Goleman diz que o uso exagerado do mesmo, prejudica principalmente na empatia, interação, gerando distanciamento e consequentemente, o não desenvolvimento humano. Além disso, ele destaca três tipos de comportamento humano, o interno associado a própria emoção, externo que é a atenção que damos a outra pessoa e o empático, que é a observação de tudo que acontece em volta.

É possível melhorar suas capacidades do dia a dia, desenvolvendo melhor o autocontrole nas áreas profissionais e convívio pessoal conhecendo mais sobre inteligência emocional. Conheça mais em como liderar em situações difíceis.
Enfim ele conclui que, para ter inteligência emocional, é necessário ter a combinação de dois pilares. Competência emocional social, que é a conexão com o mundo com as outras pessoas. E a competência emocional pessoal, que é a capacidade de se conectar de forma harmoniosa e amorosa consigo mesma. 

Como funciona a Inteligência Emocional?

Imaginando que nosso cérebro seja dividido em dois, lado racional onde está toda razão lógica das coisas; Matemático e analítico. Que corresponde a 15% do sucesso humano e o restante 85% sendo o lado emocional, onde estão os sentimentos, intuições e compreensão na vida.
Em síntese, a inteligência emocional é demonstrada, quando recebemos todo estímulo do mundo conseguindo equilibrar esses dois lados.

De fato, muitos acreditam que inteligência emocional, está ligado ao QI Quociente de Inteligência,  que mede a inteligência das pessoas, com base nos resultados de testes específicos, medindo o desempenho cognitivo de um indivíduo, comparando à pessoas do mesmo grupo. Na verdade, isso não tem nada haver. Isso é inteligência mental, que é a definição da capacidade de raciocinar, planejar, resolver problemas, abstrair idéias, compreender e aprender. Bem como, o restante são formados por diferentes fatores da Inteligência Emocional que, juntos, formam o QE (quociente emocional).

Em conclusão, inteligência emocional é o modo com que a pessoa absorve e entende seus sentimentos e emoções. Tendo sabedoria para agir em cada situação ao seu redor porém, não sendo capaz de controlar.
Ela é uma habilidade que pode ser desenvolvida como o humor por exemplo, as pessoas acreditam que, alguns nascem com bom humor e outros não e isso não é verdade.
Claro que uns já nascem mais alegres e sorridentes, mas é possível aprimorar sua personalidade e ser melhor compreendido, colocando um pouco mais de humor.   

Falta de Inteligência Emocional.

Para saber se você precisa aprimorar sua inteligência emocional é simples, por exemplo: Brigou com esposo e descontou em uma amiga. Acordou de TPM e a produtividade caiu no trabalho ou até mesmo esquecer a panela no fogo deixando queimar. Se esses forem motivos para acabar com o seu dia, de fato você precisa melhorar isso.

Uma pessoa com boa inteligência emocional, consegue controlar seus impulsos. Dessa forma, ela evita ser levada por situações negativas e consegue ser mais produtiva em tudo. O bom é ter esse equilíbrio entre o amor ao próximo e o amor próprio. Outro bom exemplo que pode ser dado, é aquela pessoa que passa a vida se dedicando apenas para a família, marido e filhos, ficando de lado em função deles. Deixando de fazer coisas que gostaria de fazer, enquanto vê o tempo passar. Com toda a certeza essa pessoa vai se arrepender depois. Dedicar todo o seu tempo no trabalho, servindo a empresa, isso não é problema, problema é você não ter tempo para sua família e sua saúde porque, um dia a consequência chega.
Como resultado final, a vários factores que podem ser prejudicados na ausência da inteligência emocional.

Áreas em que a inteligência emocional necessita de cuidados.

Profissional

Falta de produtividade pode atrapalhar sua carreira e também na maneira que você lidera as pessoas ou até mesmo para conquistar uma vaga de trabalho. As empresas estão levando em conta essa inteligência, igualmente, a capacidade técnica para contratar.

Mental

Humor descontrolado pode gerar estresse elevado e ansiedade facilitando a depressão.

Físico

Uma sobrecarga emocional pode afetar sua saúde. Uma vez que, acelera o envelhecimento, elevando seu fluxo sanguíneo e correndo risco de problemas cardiovasculares ou cerebral.

Afetivo

Desequilíbrio emocional prejudica no bom relacionamento com as pessoas. Impedindo de se expressar e entender da maneira correta.

 

Habilidades da Inteligência Emocional.

Autoconhecimento

Conhecimento em observar suas emoções e saber identificar qual sentimento está predominando e como age em determinadas situações. 

Autocontrole

Ter domínio em lidar com seus próprios sentimentos ajustando em cada situação vivida. Entendendo as emoções negativas que bloqueiam, podendo se libertar delas por meio de um processo dirigido pela razão.

Automotivação

A arte de dirigir as emoções a serviço de um objetivo ou realização pessoal, sem se deixar levar pela ansiedade e pelos aborrecimentos.

Empatia

Reconhecimento das necessidades e desejos dos outros, construindo relacionamentos mais eficazes.

Habilidade Social

Saber como desenvolver e manter boas relações, comunicar com clareza, inspirar e influenciar os outros, trabalhar bem em equipe e administrar conflitos.

Certamente que, ser apenas inteligente não é ser bem sucedida e realizada. Você pode ter um QI (Quociente de Inteligência) muito elevado, porém, isso te ajudará a resolver situações lógicas de uma maneira mais eficaz. Por exemplo, entrar na faculdade. Será sua IE (Inteligência Emocional), controlando seu estresse e emoções, que te ajudará a lidar com a pressão das provas durante o curso. Da mesma forma que não é favorável agir apenas com o lado lógico, se tornando uma pessoa sem sensibilidade para medir o termómetro do mundo. Também não é viável agir somente com a emoção, perdendo um pouco de credibilidade. Contudo, ambos precisam estar equilibrados para se tornar uma pessoa bem sucedida e resolvida.

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email

Veja também:

Motivação feminina

Motivação Feminina: Mulher Poderosa!

Ei, você mulher poderosa! sim você mesma! Sabe o que lhe falta? Motivação feminina!O dia a dia e até mesmo as lutas e consequências da vida te fizeram esquecer que você é poderosa. Mas vamos reavivar isso agora mesmo e se não sabia agora irá saber! Com o passar do

Leia Mais >

Deixe seu comentário: